domingo, 30 de janeiro de 2011

R crazy III

Há pessoas um bocado precipitadas, que enfim, talvez gostem mais de sensações do que propriamente de o que acham que gostam. E os optimismos exagerados também não ajudam nada e só chateiam. Claro que tudo isto em épocas de menor bom humor e cenas dessas ainda vêm mais à superfície. Mas claro também que todas estas partes boas dos nossos dias se sobrepõem a quaisquer outras que nos deixam mais pensativos. Daí fazermos pausas computeiras e mac'ianas para trabalhar e pesquisar coisas giras x) E descobrir cenas do estilo: as pessoas que gostam de ver o não-oficial espalhador de vestuário (nem com acordo ortográfico, avé!) pesquisam 'raquel multilada' para lá chegar. Um mix muito creepy que já levou a interpretação de "mutilação em vários lados, por ser multi"... ainda assim não deixo de rir à gargalhada com este facto :P
O magricela pode ter uma boca ainda pior que a da MMG (e aquela noiva esquisita que se estava a fazer ao padrinho british giro e vice-versa), mas ele não diz publicamente que adora ciganos e malucos - a sinceridade é louvável (mas também é a única coisa, porque tem a sua piada)! Mas por falar em pesquisas na internet e tal, não há melhor que o stumble para se descobrir as maiores pérolas de sempre, como o Family Feeeeeeeeeeeud! Ficamos a saber que depois de morrermos tanto podemos apodrecer como tornar-nos fantasmas (e se formos tipo Casper ainda melhor, LOL, f'finhossssss <3). No entanto, há um senão: a Rosa diz que é o melhor computador que existe para mim, o que me deixa em dúvida... deverei vender o meu mac e contratar-te a tempo inteiro?
Olha que não me importava nada... vinhas viver cá para casa e fazer festas à cadela a toda a hora x) Podíamos ter aquelas conversas psicológicas, todas e mais algumas, e rir com as coisas mais parvas - e íamos esplanar mais um bocadinho com o grupo de friends fixolas (numa esplanada que não é no telhado!), e íamos ao ccb quando estivessem lá mais exposições fófis, e íamos à gulbenkian visitar os patinhos, e íamos ainda à baixa comprar mais postales e passear *.* Achas que pode ser? Traz a teia contigo (aquela que tu sabes - as relationships obscuras entre as pessoas também são tão awesome) e somos todos felizes ever after em lisbon city. E depois vamos fazendo umas trips à terra das oliveiras e do hospital para visitar a family e o futuro rabbit president (de qualquer coisa!) :P porque as despedidas são sempre o que custa mais :( mas fico à espera dos próximos episódios desta loucura das pessoas com o nome começado pela letra R, soooooooooon :D
P.P.S. - já me tinha mesmo habituado à tua companhia, agora é muito estranho! mas sabes que estás aqui <3

Sem comentários: