domingo, 22 de agosto de 2010

the devil is blond

Ele tem cara de anjo, e com o cenário escuro por trás, parece que tem uma auréola na cabeça. Ele tem caracóis de ouro, brilhantes e charmosos. Ele gosta das chamas no fundo do palco, do fogo-de-artifício e daquela cena toda. Ele é anjo mas é diabo. E o diabo é louro! (coisas do american idol. o moço giro do qual a kara gosta, sabem? uhuh).
E agora passando esta fase zen, ando muito Queen. Eles têm músicas muito boas, há coisas que fazem suspirar por mais. É giro andar aí a cantar pelos cantos e a relembrar. Relembrar é bom. Fazer contas é que nem por isso. E há contas a fazer, muitas. Não é fácil, mas lá terá de ser. É o caminho mais curto dos caminhos possíveis, embora ainda haja esperança de seguir um dos caminhos mais longos. Who knows.
E por outro lado, andar fora da net também é bom, embora se acabem por perder algumas coisinhas. Mas há mais mundo lá fora, ólarilas. Tudo menos partir o carro todo, mais vale prevenir-se do que remediar-se, como diz o ditado. Talvez um dia. Há uma primeira vez para tudo. E há dias assim super mortos, que às vezes mais valia não terem acontecido, mas enfin. Amanhã é o Pedro que me vai aturar :p

P.S. - Adoro a ambiguidade deste título (remember I am blond). Muahahah,

2 comentários:

Patrícia disse...

Queen, são maravilhosos :)

Pedro Afflalo disse...

O Jealous Guy ficou deveras bem representado por ele! (ainda não vi o programa todo por isso ainda vou nesta fase). lol

"Amanhã é o Pedro que me vai aturar." Ou então, a Raquel que me vai aturar! :P