sábado, 26 de setembro de 2009

Looking for Paradise

Vamos assistir a um programa de televisão, e o que acontece?
Não vemos o programa de televisão. Ah pois é. A vida é cruel xD

Falamos em rapazes grávidos do homem da boina, em emplastros, em telefonemas às duas horas da manhã, em raparigas com véus brancos… e quem está fora do assunto, pensa que somos malucos. Ok, se calhar somos um bocadinho. Mas tudo isto aconteceu!

E cada vez tenho mais a certeza de que é bom conviver, conhecer pessoas, partilhar ideias, rir até mais não, aparvalhar e tirar fotografias para mais tarde recordar. Porque são coisas que nos fazem felizes, ainda que momentaneamente. Porque ganhamos sempre algo, porque ficamos com algo para contar a quem quisermos. Porque não importa não ver o programa ou não estar no cenário a aparecer na televisão, desde que se esteja em boa companhia e se passe um bom momento.

Uma palavra especial para as noivas queridas, umas amigas que espero voltar a ver muito mais vezes (Cat, Isabel e Inês <3), para os padrinhos simpáticos (Pedro N. e Manuel, o especial de corrida xD), para o rapaz divertidíssimo que conheci (David!), e para todos os outros especiais (Rita D., Joana, Bernardo, Dona Helena, o grande e bédafofo Boinas, o simpático Pedro Fernandes e o enorme maestro Raminhos!)!

Quero um carro verde igual ao do Raminhos. Quero aprender a ler com a professora primária que escreve “és windo” e é um mau exemplo para os catraios. Quero que o emplastro apareça sempre nas fotos que me tirarem. Quero casar, um dia, com um daqueles véus de cinquenta cêntimos na cabeça. Quero receber uma mensagem no voicemail com um “eu amo você” às duas e meia da manhã e rir-me até à morte ao ouvi-la.

Eu disse que a vida era cruel? É um bocadinho. Nem sempre as coisas correm como planeamos, nem sempre podemos contar com todas as pessoas que queríamos. Mas elas estão lá, em espírito (uhuh, don’t get me wrong :P), sempre. Porque deviam ter lá estado e não puderam. Porque, se tudo correr bem, estarão lá na próxima vez! E porque apesar da sua ausência, a diversão não se dissipou, pelo contrário. Divertimo-nos a dobrar, por elas também :)

Agora é contar os dias, as horas, os minutos, até ao próximo dia… amizades diferentes, sítio diferente (
nem parece assim tão longe…), encontro diferente, mas é o tão aguardado dia! Está quase *.* vocês sabem do que falo =)

P.S. – O poema maravilhoso do padrinho, no seu blog, acerca do encontro algures no paço onde há arcos. Favor ler!

A ouvir: Looking for Paradise, o dueto entre Alicia Keys e Alejandro Sanz. Gosto porque é ambíguo, híbrido, como diria alguém! E porque me faz pensar nesse conceito de paraíso... o.O

5 comentários:

I'mNesic disse...

Raquel, Raquelinha...
aquilo era escrita criativa...
tipo: Wendy...Windo! É fofo!

E eu sou uma prof competente...ainda te enfio na minha sala a aprender a escrever cartazes originais como aquele! lolol
=)

E não esqueças...na próxima série, seremos "As Ex do Boinas!" lol

Pedro disse...

Obrigado pela noite e pelo o PS também :D
Temos todos de ir ter com a professora para reaprendermos a escrever e fazer aqueles belos cartazes ;P

Temos mesmo de repetir ;)

ps: Viram a foto da noiva que está à frente? Facas em vez de flores no bouquet?

Raquel Silva disse...

Ahah ex-noivas, claro xD é windo!

Sim, vi aquela noiva... grr. Sem comentários :P

Rosa Branca disse...

Eu amo você!pAh!Até às duas da matina!

Inês Moreira Santos disse...

Eu li isto e não comentei???? Como é possível??!!

Adoreiiiii! Adoro-vos!! Tenho saudades vossas, pah!!!

Beijinhoos*****