sábado, 22 de agosto de 2009

Anjo e Diabo

Nos desenhos animados havia sempre um diabinho e um anjinho, assim pequeninos, que sussurravam ao ouvido da personagem principal. Um era a voz da consciência, aconselhando-a a seguir o caminho certo, a ser responsável e amiga. A outra era a voz da diversão, aconselhando-a a fazer coisas que não devia, a ser ousada e despreocupada.

Não sei porque me lembrei disto hoje, mas a suposta bipolaridade que algumas pessoas sentem (e sim, estou a falar da Rosa :P) pode ser explicada pela existência de um anjo e de um diabo na consciência de cada um. É como se tivéssemos estas vozes na nossa cabeça, e não soubéssemos muito bem qual delas seguir… uma pode ser a mais correcta, mas será essa a que nos faz mais felizes?

(e sim, este é o meu momento científico-filosófico da semana)

Sem comentários: